Tudo Horroroso

Será que alguém se lembra da história da mulher pequenininha? Minha mãe me contava essa historinha para dormir quando eu era mais novo. Era mais ou menos assim: “Era uma vez uma mulher pequenininha que vivia na casa pequenininha da cidade pequenininha. Um dia, a mulher pequenininha sentiu fome e foi na venda pequenininha comprar sua comida pequenininha com o dinheiro pequenininho. De volta à sua casa pequenininha, a mulher pequenininha colocou sua comida pequenininha no prato pequenininho para comer com o garfo pequenininho”. E por aí segue a infeliz história. Só faltou falar que a mulher pequenininha usou a privada pequenininha para fazer o cocozinho pequenininho que saiu do seu cuzinho pequenininho. Qualé? Deviam processar o responsável sob a acusação de “infanticídio progressivo por trava-língua de mau gosto”.

Seguindo o modelo da tal coisinha, decidi narrar uma noite em BH city vivida por este que vos escreve:

O Ser horroroso – Era uma noite horrorosa de um bairro horroroso onde pessoas horrorosas comiam coisas horrorosas e bebiam outras coisas mais horrorosas ainda. Fumaças horrorosas saiam de cigarros horrorosos feitos de substâncias horrorosas e fediam o ambiente horroroso. Mas os narizes horrorosos das pessoas horrorosas ali presentes estavam ocupados com outra substância horrorosa e nem percebiam o cheiro horroroso da fumaça horrorosa. Uma banda de pessoas horrorosas tocava música horrorosa para ouvidos horrorosos. Tudo horroroso. De repente, uma mulher horrorosa com voz horrorosa diz pra um homem horroroso que sua xana horrorosa não era para qualquer horroroso dali. Uma gargalhada horrorosa saiu da boca horrorosa do homem horroroso, que deferiu uma sequência horrorosa de impropérios horrorosos à mulher horrorosa. Segundo o homem horroroso, a xana horrorosa da mulher horrorosa já tinha sido comida por boa parte dos homens horrorosos daquele lugar horroroso. Daí uma garrafada horrorosa atingiu a cabeça horrorosa do homem horroroso que xingou a xana horrorosa da mulher horrorosa. Quem deu a garrafada horrorosa no homem horroroso foi outro homem horroroso que se dizia dono da xana horrorosa da mulher horrorosa. Por fim, depois de um quebra-pau horroroso no lugar horroroso, depois de ambulâncias  horrorosas, pedi minha conta horrorosa e fui para minha casa horrorosa dormir um sono horroroso.
O fim horroroso de uma história horrorosa.

Anúncios
Esse post foi publicado em Eu odeio categorias e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

7 respostas para Tudo Horroroso

  1. Patuza disse:

    Adorei tudo por aqui.
    Parabens!!

  2. Losterh disse:

    Primeiro blog horroroso de hoje que não me entediou de maneira horrorosa desde minha manhã horrorosa e não me fez soltar um palavrão horroroso antes de apertar no “x”.

  3. Losterh disse:

    E pena, não? Titãs era uma banda legal.

  4. Michelle disse:

    Historinha horrorosa essa!! E eu nunca ouvi a história da mulher pequenininha também! rsrs É cada coisa que nos inspira a escrever … gostei da criatividade.

  5. Carol disse:

    KKKKKK
    EU CONHEÇO A HISTÓRIA DA MULHER PEQUENININHA!!!!! E TINHA O LIVRO TAMBÉM!!! DAQUELAS COLEÇÕES COM A CAPA EM 3D… ISSO ERA ANOS 80, É CLARO. INCLUSIVE FOI LEMBRANDO DISSO E PROCURANDO POR AQUI QUE ACHEI SEU BLOG. ACHO QUE SOMOS OS ÚNICOS NO MUNDO QUE CONHECEM A TAL… LEMBRO QUE A ÚNICA FRASE QUE NÃO TINHA INHA NO FINAL ERA “ME DÁ MEU OSSO”, NÉ????? KKKKKK

  6. Carol, eu quero o seu contato. Apareça.

  7. Luciana disse:

    Sim…. A mulher pequenininha kkkkkk Me ajuda. Tinha uma voz que dizia: Cadê o meu osso….. Eu contei a história pro meu filho…. De zoeira mesmo…. E ele é puto comigo até hj pq não lembro o final kkkkkkkk alguém sabe o final aí?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s