Passarinho filho da puta

Escrito ao som do Utopia Banished no talo

Cale o bico, seu pássaro estúpido! Não está vendo que minha cabeça está estourando de ressaca? Vim parar nesse fim de mundo porque as pessoas que moram nos grandes centros urbanos têm o hábito de encher a cara nas casas de campo, nos fins de semana. Dirigi duas horas para ter o direito de ficar bêbado em paz e acordar igualmente em paz, portanto, sou um visitante do seu meio e mereço respeito.

Vá cantarolar essa porcaria de grunhido irritante longe de mim, ou no meio da semana, quando somente você, os demais tufos de penas alados da sua espécie que você chama de “bando” e suas árvores idiotas o escutarão. Poupe-me dessa manifestação sonora horrenda que você e seu detestável bico produzem. Honre sua breve vida de comedor de minhocas e voe para longe, antes que eu me enfeze de verdade e lhe mostre o poder da minha espingarda.

Aliás, você sabe com quem está se metendo? Minha raça é responsável pela destruição de suas medíocres moradias e pela transformação do seu habitat em espaços de conveniência humana que não servem para você e sua corja. No seu lugar, eu ficaria bem calminho e não me achando o bambambam da parada.

Comunicado extensivo aos demais animais presentes.


Anúncios
Esse post foi publicado em Eu odeio categorias. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Passarinho filho da puta

  1. Ary Neto disse:

    Engaiola esse bicudo aeh.
    Melhor, vamos empalhar e colocar na sala de estar.
    .
    Que coisinha infame viu.
    .
    Blog do PCC
    http://aryneto.blogspot.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s