Quem nunca?

Texto produzido depois de uma noitada, sob o efeito de diversas substâncias ilícitas e ao som do infalível Tankard \m/

Esqueçam tudo que eu já disse sobre mulheres feias. Não existe mulher feia. Aliás, existe. Uma. E o nome dela é Maria Aparecida Eleonora dos Anjos. Cidinha, a fubanga mais fubanga das fubangas. E eu peguei.

Se existisse uma premiação para a mulher mais fubanga de todos os tempos, a Cidinha não poderia participar porque seria concorrência desleal. Convidariam ela só para fazer a palestra de abertura do evento. Cidinha é um exemplo perfeito de fubanga. E eu peguei.

Depois de pegar a Cidinha, eu pego qualquer mulher. Ela é uma versão fedida de um híbrido entre Rocksteady, Simiano e Homem-fera, personagens de desenhos animados que me colocavam medo quando criança. Enfim, uma criatura abissal de semblante assustador e odor peculiar. E eu peguei.

Uma das vantagens de se meter nessas coisas é a facilidade. O processo é simples. Muito álcool na cabeça e um canto que ninguém veja, pronto. É só segurar na mão dela e resmungar “chega aí” que ela vai sorrindo. É muito fácil pegar. E eu peguei.

Anúncios
Esse post foi publicado em Eu odeio categorias. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Quem nunca?

  1. Eu disse:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s